Pages

quarta-feira, janeiro 09, 2008

Sessão descoordenação – Parte II


Hoje tive mais uma confirmação da minha repleta falta de coordenação. Após o alongamento comandado pelo professor Wanderlei, tivemos uma seqüência de exercícios de biomecânica do movimento.

São exercícios difíceis, exaustivos, mas ao mesmo tempo muito divertido. É gostoso começar uma manhã descontraída, regada de muita risada.

Depois realizamos o circuit training. Entre os exercícios realizados dentro do circuito tivemos o famoso polichinelo e flexão de braço. Acho que o circuito não passa de 6 minutos, mas cansa tanto ou mais que treinos de tiros.

De verdade? Sei que cada treino tem seu intuito, mas embora o cansaço, prefiro treinos deste tipo do que tiros.

Hoje o Wanderlei enfatizou muito a importância de termos metas de curto e longo prazo. Elas podem nos motivar a levantar cedo para ir num treino e não treinar somente por treinar.

Eu acho que é realmente isso que tem me feito sair da cama sem "aquela" preguiça. Quando olho para o relógio e vejo que são apenas 5hs da manhã, penso que preciso correr contra o tempo para conseguir atingir meu objetivo de concluir os 42km no dia 25/maio.

Talvez eu esteja enganada, mas acho que a jornada de treino para a maratona deve ser muito mais difícil que correr propriamente os 42km. Penso que a sensação é semelhante a que ter um filho de parto normal (eu já passei por esta experiência). Você sofre horrores. Chora, acha que não vai suportar todo aquele incômodo, toda aquela dor que parece não ter fim. Mas depois de tudo suportado com determinação (às vezes entre muitas lágrimas) vem a recompensa. Você pega o filho nos braços e diz: Valeu a pena!

Daqui pouco mais que 4 meses espero poder dizer à vocês: NASCEU MAIS UMA MARATONISTA!!!

Bons treinos!
--------------------------------------------------------------------

PS: Quer um motivo para você correr? Leia esta frase que ouvi no treino hoje:
"O que te faz feliz? Acordar 4:30 da manhã para treinar e depois subir na balança e ver que perdi 500 grs."

Talvez esse seja um bom motivo para deixar a preguiça de lado, não?

9 comentários:

Lénia disse...

Que maravilha e que inveja mesmo!
Ter um grupo de apoio para treinar consigo logo de madrugada.

Aqui em Portugal, não vejo isso a acontecer. Chamariam de malucos a quem tentasse isso. Eu pessoalmente adoraria pertencer a um grupo assim.

Aproveite bem Jackie porque acho que esse grupo de treino é fantástico. Todos têm muita sorte!

A que horas você se deita à noite, com duas crianças e tudo? Você dorme 7-8 horas diárias?
Conte-me como você faz: como consegue treinar de manhã, cuidar dos miúdos e ir trabalhar de manhã?

Quero ver se com umas dicas, me organizo melhor.

E força aí, Jackie, com a Maratona. Você é um caso raro de grande força de vontade.

Beijo.

Nadais disse...

jackelinda,

acho que vc vai começar a pagar o tal do imposto da velocidade!

baijão

valeu!

nadais

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Estás certíssima: custa muiiiiiiito mais a preparação para a Maratona do que a Maratona! Na minha primeira (em Paris), quase fiquei triste de acabar, pois o ambiente era tal e eu estava a sentir-me tão bem que juro ter pensado com alguma pena: o quê? é já para acabar?

Fizeste uma excelente comparação com o parto. Sofre-se, sofre-se, mas depois: eis a recompensa e quase quase se esquece o que se sofreu para ali se chegar! E claro: Vale sempre a pens! Vais ver! Aqui ao longe, estou a acompanhar-te, a torcer muito por ti e sei que em 2008 vai nascer mais uma Maratonista: a Jackeline!

Um beijinho

Ana Paula disse...

Oi Jackie !
Parabéns pela força de vontade nos treinos, você é demais!! Tenho certeza que você vai amar a sua experiência na Maratona...continue postando todos os detalhes da sua preparação, pois assim você motiva a todos nós!
Beijos e keep running

amocorrer disse...

olá jacke, está super legal os seus relatos, olha obrigado pela força..quero quer que dia 15-01, ja estarei dando um trotinho leve pela grama, pois essa não é minha primeira lesão e sei tb que não será a última(espero estar engando..rs), continue focando a maratona o prazer em termina-la é inigualável e vc bemdisse hj...é aquilo mesmo....nos vemos pelas corridas. Regis(www.vivendoecorrendo.blogspot.com)

Jorge disse...

-------\\\\|/-------
------(@@)-------
-ooO--(_)--Ooo—
Olá amiga muito legal essa sua determinação em acordar cedo e deixando a preguiça de lado hein PARABÉNS!!!
Outra coisa nunca pense negativo, sempre pense positivo e leia o a frase abaixo:
"Digo a todos: Nunca deixem de perseguir o sonho de correr pelo menos uma maratona. É uma coisa linda, muito gratificante e inesquecível, pelo menos foi assim para mim, em primeira. Mauricio Martins - Revista Contra Relógio Nº 158 Nov 2006"
Olha amiga e o Pedrinho já melhorou amiga espero que sim.
bjsss amiga maratonista
www.jmaratona.blogspot.com
JORGE

Carlinha disse...

Jacke, eu queria é ter a fórmula que você tem para fazer o dia render: dois filhos, casa, trabalho e treinos.
Quando eu danço (treinando em casa) não trabalho (tenho uns bicos por fora), quando trabalho não limpo a casa, e quando tenho que limpar a casa, não leio. Fora o tempo que perco no dia de dar uma passada no mercado ou no salão de beleza. Mal consigo dormir...
Dá a receita vai?
Feliz 2008!
Beijos!

Marcos Sanches disse...

Hehe, acho que tenho que agradecer ao Paulo pelo que anda falando sobre mim. Mas deve ser porque ele nao conhece mais nenhum estatistico...
Eu treinei muito tempo com equipe, mas nunca fui realmente disciplinado. As vezes eu comecava serio mas logo desencanava. A equipe para mim acabava funcionando mais com um grupo de amigos dos quais eu tenho bastante saudades. E acho que eu ia lah, quando ia, mais para estar com as pessoas do que para treinar.
Voce deve se dedicar, a primeira maratona eh inesquecivel, tudo vale muito a pena. Sucesso!!!

Pedro disse...

Jack olha eu aqui de volta...


Beijão.