Pages

segunda-feira, setembro 03, 2007

O GRANDE DIA!

SIMPLESMENTE INESQUECÍVEL (Post muito longo)



É muito bom quando em nossa vida conseguimos realizar coisas ESPECIAIS. Mas é ainda melhor quando realizamos coisas MUITO ESPECIAIS!
E foi isso que aconteceu comigo ontem. Minha primeira meia maratona foi simplesmente MUITO ESPECIAL!

Chegou a hora de compartilhar esse momento inesquecível e maravilhoso, que ficará registrado para sempre em minha vida.

A semana que precedeu a viagem para o Rio me deixou muito tensa e ansiosa. Coisas realmente desnecessárias, pois embora o pouco tempo que tive para me preparar para a prova, me dediquei o máximo que pude.

Enfim, mas ansiedade faz parte da minha natureza e já sabia que isso iria acontecer.

Na sexta feira saí da empresa na maior euforia para o encontro do pessoal que ia na viagem conosco. A viagem foi muito tranqüila, descontraída e com ALTAS risadas.

Chegamos no hotel por volta de 1:30 da manhã e fomos descansar para aproveitarmos bem o sábado. Para variar, estava muito ansiosa para o grande dia, sendo assim não consegui dormir direito.
O sábado amanheceu muito bonito. Tomamos café e fomos buscar o kit da meia maratona. A retirada estava muito bem organizada. Foi tudo muito rápido e tranqüilo.

Depois disso aproveitamos para conhecer uma das "7 maravilhas do mundo", o Cristo. Realmente é um ponto turístico do Rio muito impressionante. A visão que temos de lá de cima é simplesmente esplendida!

E para completar o dia, à tarde ficamos na praia de Copacabana. A noite eu e o Paulo fomos ao jantar de massa especial para os corredores e o restante do pessoal foi assistir uma partida de futebol no Maracanã.

Voltando ao hotel fui dormir, pois o grande dia estava muito próximo. "Tentei" dormir cedo. Mas a senhora ansiedade me dominou novamente. Demorou, mas peguei no sono.

Bem antes do despertador tocar eu já estava acordada e conferindo se não faltava nada. O tempo estava completamente fechado. Não sabia se aquilo era bom ou ruim. Afinal queria um tempo bonito para apreciar cada paisagem do Rio, mas ao mesmo tempo, muita gente havia dito que o calor era o que quebrava muito corredor nesta prova.

Fomos tomar café e eu não conseguia comer absolutamente nada! Lembrava dos diversos conselhos que recebi do pessoal que deveria me alimentar bem, pois o desgaste é grande, mas meu psicológico não ajudava muito.

Comi menos da metade de um pão e dois goles de café.

Por volta das 8:00 hs, já estávamos no carro indo para o momento mais esperado do mês! Quando o táxi chegou na largada, a ficha começou a cair. Foi engraçado, pois passou um milhão de coisas na minha cabeça. Lembrava de todos os conselhos dos meus amigos experientes e não experientes em provas longas.

A hora da largada estava se aproximando e fui tentando relaxar. Não tinha motivos nenhum para aquela tensão, já que aquela hora era algo que eu tinha esperado muito!

Meus amigos preferiram ficar bem na frente para largada. Eu preferi ficar um pouco mais afastada da "muvuca". Não queria ficar no empurra-empurra da largada. Queria aproveitar tudo sem stress nenhum.

9:17 no meu relógio e a prova começou. Demorei aproximadamente 15 minutos para eu conseguir passar no tapete de largada. E lá fui eu, feliz da vida, parecendo que estava recebendo aquele brinquedo que você esperou o ano todo do Papai Noel.

Iniciei a prova num ritmo extremamente lento. Várias pessoas começaram a me ultrapassar. De verdade, aquilo estava me incomodando. Na hora pensei em apertar o passo, mas logo lembrei de inúmeros conselhos e que deveria ir no meu ritmo. Neste momento lembrei muito da Aninha (amiga blogueira e corredora de Portugal). Ela me alertou que muita gente iria me ultrapassar, mas que isso não deveria ser motivo de desespero...

Fui indo. Passei no 1km com quase 7 minutos. Na hora que vi achei alto, mas para que se desesperar não é? Afinal, ainda restavam 20 km pela frente!

Começou a subida, onde temos uma vista maravilhosa para o mar. Embora o tempo estar bem nublado, a paisagem era maravilhosa! Fui subindo na paz. Eu detesto subida, mas esta era não muito íngreme. Estava tudo indo a meu favor!

Os quilômetros foram passando e eu estava indo muito tranqüila. Quando dei conta, percebi que já tinha apertado um pouco (só um pouquinho) o passo.

No primeiro posto d’água lembrei da importância da hidratação, embora não tivesse sol, peguei três copos. Tomei um e os outros dois foram para o corpo.

No 5º quilômetro avistei o Paulo um pouco a minha frente, tirando umas fotos (sim, ele correu com a câmera fotográfica). Gritei, mas ele não me ouviu. Apertei o passo para alcançá-lo, mas ele já estava muito forte e já não tinha condições alguma de chegar até ele.

Cada passo que dava era uma vitória alcançada. Cada passo era um flashback de várias situações que tinha acontecido na minha vida de corredora.

Lembrei da minha prova. Foram apenas 5km e quanta dificuldade! E naquele momento estava completando os meus primeiros 21km. Realmente para mim foi uma grande realização.

O percurso da prova era realmente fantástico. Os termômetros marcavam apenas 19º/20º, mesmo assim estava um pouco abafado. Realmente o clima do Rio de Janeiro é diferente do clima de São Paulo.

Mas neste ponto o meu psicologico estava bem e não tive problemas. Para mim o clima estava perfeito!

Entre o quilômetro 12 e 13 encontrei meu amigo Nelsão. Foi um grande incentivo para continuar a correr. Realmente a presença dele me deu um "up" para continuar a correr sem desistir!

Lembro dele dizendo: "Vamos Jacke, daqui a pouco já completamos a São Silvestre"!

E lá fui eu. A prova era realmente uma grande festa. Tínhamos platéia do começo ao fim. As pessoas aplaudindo e parabenizando era muito gratificante.

Quando cheguei no quilômetro 17 nem acreditei. Só faltavam mais 4 km. E o que são 4km? É... são 4 kilômetros desgastantes. Pois é gente. Nesta hora muitos atletas já estavam andando. Mas eu continuava super bem! Embora o cansaço estava começando a chegar, não tive vontade nenhuma de andar.

Encontrei meu amigo Nadais do outro lado da pista. Ele já estava quase completando a prova, mas parecia um pouco cansado. Deveria estar próximo do quilômetro 20. Fiquei feliz em vê-lo e o chamei. Me acenou e continuou!

No quilômetro 18 lembrei do meu 1º e único longo que tinha feito na vida, em treinamento para esta prova. Só faltavam 3 quilômetros. Faltava pouco. Só conseguia pensar na linha de chegada.

No quilômetro 19 lembrei do amigo Rogério Tavares, colega que me deu um super apoio e incentivo para a meia. Ele havia dito "Quando chegar no quilômetro 19, vai ser a hora do sprint, pois faltará apenas 2 km para concluir essa vitória".

Infelizmente o sprint foi impossível nesta hora. Mas meu ritmo não tinha diminuído. No quilômetro 20 me deu vontade de chorar. Não estava acreditando. Faltava muitíssimo pouco para concluir o meu grande desafio!

Faltando uns 300 ou 200 metros para a chegada, o Paulo estava voltando para me dar um apoio e incentivo para concluir a prova. Em seguida veio o Cleber e o P.A.

Do outro lado da grade ouvi de longe alguém gritando o meu nome. Era o Ricardo. Acenei e continuei. Faltava muito pouco.

Não agüentei e dei um tiro nos últimos 100 metros. Lembrei dos meus treinos que me fizeram suar a camisa, mas que foram fundamentais para realizar esta prova!

Olhei para o relógio e marcava 2:10:35. O Paulo me deu um super abraço de parabéns. Ele parecia bem feliz por eu também ter concluído a prova. Afinal ele me acompanhou o mês inteiro de preparação e já não agüentava mais eu falando desta prova, rs.

Peguei minha medalha tão suada e esperada! Sentei no chão para retirar o chip e quando vi já tinha chorado.

Posso garantir à vocês que esta foi a prova mais linda e gratificante que já fiz até hoje. Sem dúvida será impossível esquecer a emoção que senti ao cruzar a linha de chegada!

Hoje eu posso dizer com convicção, que tudo que é feito com força de vontade e determinação pode ser realizado!

Eu queria agradecer TODO mundo que me apoiou. Com certeza vocês foram fundamentais para que conseguisse essa conquista!

Em especial gostaria de agradecer minha família, que de certa forma se sacrificou para que eu pudesse realizar esta prova. VOCÊS SÃO MUITOS ESPECIAIS PARA MIM. AMO VOCÊS!
Também não posso deixar de agradecer meus amigos de viagem. Sem vocês a viagem não teria sido tão gostosa, divertida e perfeita!

IVONE: Valeu Kurahara! Amiga de trabalho e corredora... Foi ótimo viajar contigo! Com certeza iremos participar de muitas outras!!

PAULO: Amigo de trabalho e corredor. Você foi fundamental incentivador para que eu completasse a prova! Em nenhum momento você deixou de acreditar no meu potencial! Obrigada!

NELSÃO: Amigo de equipe. Não tem tempo ruim para ele! Me apoiou no longo que fiz em preparação da prova e me incentivou em vários trechos da prova! INCENTIVO TOTAL!

RICARDO: Cuidadoso. Preocupado. É uma pessoa que pensa em todos os detalhes para que tudo seja perfeito. Muito obrigada por todo incentivo e preocupação que você teve para que tudo fosse maravilhoso!

NADAIS: Não existe melhor ouvinte que você! Agüentou todos os meus xiliques e chorumelas com muito bom humor! Obrigada por você ser tão paciente comigo, rs!

As fotos e mais alguns detalhes sobre a prova colocarei em breve.
Um beijão à todos e obrigada por tudo!

18 comentários:

Ricardo disse...

Parabéns Jacke! você encheu nossa equipe de orgulho com sua dedicação! Todos nós corremos e vibramos mas agrande vitória foi sua!

José Capela disse...

Parabéns Jacke...

Fiquei imensamente contente por teres realizado o sonho de correr uma meia maratona. O teu "post", espelha bem a felicidade e o prazer que sentiste ao cortar a meta dos 21km 195 metros. Querer é poder! Tenho recomendado o teu blog a varias pessoas que se querem iniciar na prática da corrida, agora existe mais um motivo!

Beijo

Ana Paula disse...

Jackie...
Confesso que fiquei toda arrepiada e com um nó na garganta ao ler o seu relato...parecia que eu podia sentir cada emoção que você estava passando !! Só quem corre mesmo para entender o quê é isso....
PARABÉNS MINHA AMIGA CORREDORA !! Eu tinha certeza que você iria se sair muito bem, pois você tem o principal para correr bem: motivação e força de vontade !
Estou muito feliz por você, e doisa para dar uma corridinha amanhã cedo...rsrsrsrsrsrs

Beijos, mais uma vez PARABÉNS e keep running !

Yara Achôa disse...

PARABÉNS, MENINA!!!! Você merece. Agora que venha uma maratona. Vamos encarar? Super beijo,
Yara

Paulo disse...

Faaaala Café com Leite!! Agora nem tanto não é mesmo?
Foi muito bacana a viagem, a praia e a prova! Valeu pelas pessoas que conheci e pela sua super meia-maratona!
Passo a passo, lá se foram os 5, 10, 15 e agora 21 km... já te disse o que vem depois; mas por agora descanse e curta muito. Parabéns meia-maratonista!!!!!

Uma vez me disseram que "com corredor não tem tempo ruim" e me lembrei disso várias vezes durante o final de semana. Um abraço a todos e espero repetir a dose!!!

nadais disse...

jacke,

todo mundo aqui veio com afago.

como bom português já falo pra treinar a maratona.

caramba, meio-bonito, meio-rico e meio-maratonista, não dá né?

te disse e aconteceu: "ainda vamos rir muito disso..."

agora deixa eu ir que vou procurar no calendário uma maratonazinha prá voce (rsss)

parabéns menina!

valeu!

nadais

nadais disse...

outra coisa...

obrigado por suas palavras.

certamente é muito muito mais que mereço.

99,99% é voce, os 0,01% fica por nossa conta.

valeu!

nadais

Rogério disse...

Fala sério:...menina quantas coisas bacanas chegam a durar 21km (você corre de cabeça leve,imaginando só coisa boa)fazendo city tour pela cidade do Rio correndo é uma boa chance para conhecer alguns dos principais pontos turísticos da charmosa cidade do RIO Parabéns,Bela crônica...
Rogério tavares.

Micha Descontrolada disse...

ai, Jacke, q maravilha..até eu me emocionei lendo, imagino vc correndo.
uma pena q não pude ir te encontrar, mas fico mto feliz por ter realizado seu sonho e ter cumprido sua meta.
PARABÉNS.


/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_.................

António Almeida. disse...

Visito frequentemente o seu blog sempre com muito prazer.
Não podia deixar de enviar os parabéns pela sua primeira meia maratona.
Desejo continuação de bons treinos e boas provas.
Os meus cumprimentos.

Anônimo disse...

Olha Jacke, chorei lendo o seu depoimento. Fiquei aqui morrendo de "inveja" mesmo sabendo que esse dia vai chegar prá mim. Parabéns pela sua conquista. Só mesmo dedicou tanto sabe o que isto representa. Imagino a sua felicidade. Seu post tá repleto de emoção. Não poderia ser melhor. Te encontro na Pampulha em dezembro. Beijos. Lana.

Marildo Nascimento disse...

Jacke não poderia deixar de vir aqui para te parabenizar pelo teu feito. Teu relato está dez. É sentimento puro!
Lembra agora que vc não é uma atleta qualquer...Vc é uma Meia Maratonista... pertencente a um grupo seleto de corredores.
Só os fortes conseguem e vc conseguiu!
Que venha a Maratona agora!
Parabéns!
Siga sonhando e realizando sempre esses sonhos. A gente pode tudo quando quer! Vc é prova disso.
Quem sabe estaremos junto em BH na Volta da Pampulha este ano para realizarmos mais um sonho.
Um grande abraço desse seu novo amigo

Fabiola disse...

Meu Deus!!! Voce passou vida neste post! Fiquei emocionada com suas palavras e assim tenho mais vontade de correr e ultrapassar os quilometros!! Ja corri algumas provas de 10k, queria correr mais, preciso de mais treinos... voce me impulsiona a treinar mais pesado

Parabens pela conquista, imagino a emocao que voce sentiu

Beijos

Thiago disse...

Grande Jacke, meus parabéns por mais essa tão sonhada conquista! Eu estava animadíssimo com seus depoimentos e louco p/ saber como tinha ido! Até eu estava nervoso e ansioso! hehehe
bjs

Carlos Lopes disse...

Jacke

Os meus parabens.. Eu sabia que vc ia conseguir... Agora é a maratona depois uma Ultra :).

Cláudia Marchetti disse...

Jacke,

Que alegria e emoção eu senti ao ler o seu relato sobre a Meia Maratona!!!
Voce me fez voltar à 5 anos atrás, quando fiz a minha primeira Meia Maratona,tb no Rio, cidade onde eu moro e que tive o prazer de te conhecer no jantar de massas!!!
Parabéns!!!
Continue nos treinos e quem sabe um dia não correremos juntas uma Maratona, heim?
Beijos e boas corridas,
Cláudia Marchetti (Puc Runners)

Fábio Namiuti disse...

Olá, muito legal o seu relato. Parabéns por ele e pela sua bela estréia em meias.

Também estive lá no Rio e gostei muito da prova, do passeio, da simpatia e alegria dos cariocas e de conseguir terminar a minha quarta meia maratona.

Que venham muitas outras !

Abraços

Kelly disse...

Nunca comentei no seu blog, mas esse post me tirou lágrimas da alma....
Meus Parabéns .....