Pages

quinta-feira, maio 03, 2007

De volta ao trabalho!


Ontem voltei ao trabalho... Que correria maluca! Tinha até esquecido de como cansava tanto, rs!
O pior ainda é para chegar e voltar do trabalho... Atravesso a cidade, pego um transito horrível... Mas faz parte!

Ainda me corta o coração deixar o meu bebezinho na escolinha. Eu procuro nem pensar, pois senão eu começo a chorar!

NOVIDADE: Vou começar a fazer academia... duas vezes por semana. Na própria empresa onde eu trabalho. Já fazia tempo que estavam cogiatando a hipótese de uma academia na empresa e finalmente ela está lá, linda, equipada e maravilhosa.

Quero fazer exercícios que me ajudem a melhorar minha performance nas corridas... Amanhã farei o exame médico e talvez na semana que vem comece.

Esta semana não consegui ir treinar nenhum dia. Preciso me habituar novamente com a nova rotina. Vou tentar ir na próxima semana sem falta... Fico muito triste quando fico sem correr... CORRER me anima demais!

Em falar em correr, olha uma foto minha e da Yara na prova de domingo!



Hoje recebi um email de uma amiga corredora que conheci aqui pelo blog e que mora em Belo Horizonte. Ela fez uma descrição sobre uma prova que ela participou.

Deixo aqui seu relato e uma foto de seu grande dia!

Parabéns Lana!


"Meninas corredoras,

Sábado de manhã partimos (eu, família e Juliana) rumo a Ipatinga, cidade do Vale do Aço, que fica há 217 km de BH, para a corrida rústica da cidade.

Chegamos por volta de 11:30 da manhã, já na hora do almoço. Restaurante Dona Conceição, no Shopping do Vale do Aço. De lá seguimos para o Century Hotel.

Instalados, perguntamos a recepcionista a que horas seria a corrida. Ninguém no hotel sabia do evento. Sabiam de corrida de kart e corrida evangélica, mas a rústica era de desconhecimento geral. O jeito foi descobri “in loco”.

Direto ao Parque Ipanema. Surpresa. Lá também não encontramos as informações desejadas. A corrida poderia ser às 15 ou às 16. Vai depender do pessoal da cancela, essa foi a dica do guarda que segurava o trânsito no parque.

Voltamos para o hotel, onde o staff (marido e filhas) nos esperava na piscina. Ninguém segura duas crianças dentro de um quarto quente. Ju foi tirar uma soneca e eu acompanhei as duas no banho de piscina, pois tenho que retribuir o esforço que é acompanhar a mãe que resolveu correr.

Chegamos no Parque quase na largada, isto é, 16:00 horas. Foi o tempo de pegar o número e posicionar. Em tempo: o número de Ju sumiu. O jeito foi confeccionar outro. Já fiquei cismada, pensando que não ia dá certo.

Mas vamos para a largada: cadeirantes na frente, mulheres e homens por último. Onde se viu os mais lentos largarem primeiro? Pois é, parecia uma tourada, com um monte de homens preste a nos pisotear. Quase morro de medo.

Sair de BH pra morrer pisoteada em Ipatinga? Que graça tem sentir que tão te levando uma parte do seu corpo?

Isso era apenas o começo. A corrida é rústica, então seria na rua não é mesmo? Na minha ignorância, pensei que o trajeto seria fechado, demarcado.

Que nada! A todo instante, disputávamos com os carros os espaços, tínhamos que aguardar a passagem de pedestre. Uma zorra. E tome subida, tome morro.

Acho que se tivesse conhecido o trajeto antes, não teria arriscado. Foi muito puxado e bagunçado. Água só uma vez. A sorte foi que o tempo colaborou. Tava até fresquinho, tendo em vista o calor dos infernos que faz na cidade.

Vi muitas igrejas evangélicas; até um pastor abençoando a corrida.

Ju quase atropelou duas freiras, que insistiam em atravessar a rua, bem na hora que ela tava correndo.

Diante de tantas intempéries, acho que fui bem. Terminei a corrida em 1:00:41.

Mesmo com tudo o que aconteceu, valeu a pena. Já tô procurando outra corrida pra ir atrás...

Esqueci de comentar: não corremos com a camisa "oficial", pois só a recebemos no final da corrida... coisas de Ipatinga."

Nossa amiga Lana é a de nº 250


4 comentários:

Yara Achôa disse...

Oi, Jacke

Mais uma vez valeu a atenção... E que bom que você colocou o relato da Lana. Meu dia foi cheio e acabei de blogar agora. Super beijo,
Yara

Anônimo disse...

Que fina, um post prá chamar de meu, oba. Nem acredito... tô famosa. Obrigada Jacke e Yara. Valeu mesmo.Beijos.

Carlinha disse...

Jacke, eu sumi, mas andei na correria. Viajei depois tive que botar a vida em ordem, lavar roupa e trabalhar... Nem sei como você dá conta até de entrar na academia... Ainda procuro uma com aula de Pilates!
No mais, deixo um beijo bem grande e ótimo final de semana!

Micha Descontrolada disse...

lendo esses relatos de corrida dá uma vontade danada de correr tb..

...... @@ ......... um abraço
....@(`;`)@........e um ótimo
0==/--\\\\==0.....fim de semana
...../___\\\\...........
....._| |_...........beijossss